"Amar e Servir"

"Fora da caridade não há salvação."
Allan Kardec

Nossa Sede
Estrada do Pau Ferro, 325 - Jacarepaguá - Rio de Janeiro - RJ

Contato
(21) 3392-5700 - (21) 3392-5600

Mensagem em Texto - 11 / outubro / 2017

TRANSFORMAÇÃO MORAL

Quem são os Espiriteiros?

Explica Richard Simonetti:
” Espiriteiro é uma palavra nova que não se encontra no dicionário.
Ela define as pessoas que se ligam ao Centro Espírita, mas são desligadas das finalidades do Espiritismo. Espiriteiro é o “Papa Passes”, que comparece às reuniões apenas para receber sua “hóstia” depuradora, representada pela transfusão magnética.
Frequentador assíduo de “consultórios do Além”, grupos mediúnicos que se formam apenas para receber favores espirituais, não consegue compreender que o Espiritismo não é mero salva-vidas para acidentes existenciais nascidos de sua própria invigilância.”

Richard Simonetti chama atenção para aqueles que acham que Espiritismo é só mediunismo.
Que só frequentam a casa espírita para buscar favores do Além.
Querem “consultar os espíritos”, mas não buscam consultar o Evangelho antes de tomar uma atitude.
Nem vivenciá-lo.
Buscam cura para o corpo, mas esquecem que, como disse Bezerra de Menezes, “toda doença tem sua origem na imperfeição do espírito” , ou seja, não buscam prevenir as doenças que estão na alma.

Doenças da alma.

Querem afastar o obsessor, mas não querem saber como os atraímos para perto de nós e o que devemos fazer para que eles não nos persigam.
Buscam o dia do passe, por exemplo, com a finalidade de se beneficiar dele sem buscar conhecer a finalidade do Espiritismo que é “auxiliar o progresso moral da humanidade.”
Eles não se esforçam para se melhorar moralmente domando suas más inclinações.
Mais importante que o passe é o Evangelho que o antecede.
Nele aprendemos que a doutrina não retira problemas e dores do nosso caminho,
mas explica-nos o porquê das coisas e ensina-nos: como podemos melhorar a nós mesmo para gerarmos efeitos felizes no futuro; como prevenir e resolver problemas espirituais, desde que empreguemos vontade e esforço no sentido do Bem; ou ainda, como superar aquilo que, por ora, não pode ser mudado porque nos serve de expiação ou de prova.
Espíritas, não deixemos desviar a finalidade do Espiritismo.
Lutemos pela fidelidade de seus ensinamentos.
Unamo-nos e busquemos nos instruir.
Espiritismo é sinônimo de trabalho: trabalho em prol do próximo através da caridade e trabalho em prol de si mesmo através da reforma íntima.

Texto de Rudymara

Compartilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone